6:31 am - domingo novembro 19, 2017

Petrobras cai mais de 10%; Bolsa cai 2,36%

Edição e postagem: Denison Duarte, em 02-12-2013 22:23 | Última modificação: 02-12-2013 22:23
Petrobras cai mais de 10%; Bolsa cai 2,36%

Hospital de Olhos

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 2,36%, aos 51.244,87 pontos, nesta segunda-feira (2). Foi a maior queda desde 30 de setembro, quando a Bolsa recuou 2,61%.

O resultado foi impulsionado, principalmente, pelo péssimo desempenho das ações da Petrobras. As ações ordinárias da estatal (PETR3), que dão direito a voto, desabaram 10,37%, a R$ 16,42. As preferenciais (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, também perderam muito: 9,21%, a R$ 17,36. Foi a pior queda diária da Petrobras desde dezembro de 2008.

Analistas criticaram a decisão da Petrobras de não divulgar detalhes sobre a nova metodologia de reajustes de combustíveis, alegando que a falta de clareza sobre os critérios mantém incertezas para o mercado.

Na última sexta-feira (29), a Petrobras anunciou o reajuste de preços nas refinarias de 4% na gasolina e de 8% para o diesel, já como consequência de uma nova política de preços. No entanto, a empresa disse que “por razões comerciais, os parâmetros da metodologia de precificação serão estritamente internos à companhia”.

Dólar sobe 0,75%, a R$ 2,355, maior valor em três meses
O dólar comercial fechou em alta de 0,75%, a R$ 2,355 na venda. Foi o maior valor de fechamento desde 4 de setembro, quando a moeda norte-americana fechou a R$ 2,357.

Os investidores estavam pessimistas com a situação fiscal brasileira; além disso, havia a preocupação de o Fed, banco central dos Estados Unidos, comece a reduzir seus estímulos em breve.