6:33 am - sábado novembro 18, 2017

Equipes do Governo do Estado se reúnem para fazer balanço das ações em São Francisco do MA

Edição e postagem: Denison Duarte, em 06-03-2017 18:49 | Última modificação: 07-03-2017 09:00
Hospital de Olhos

O resultado das ações do Governo do Estado em São Francisco do Maranhão foi o tema principal em um debate entre representantes do Mais IDH, Força Estadual de Saúde, Agerp e a atual gestão municipal.

O evento, que teve início na manhã desta segunda-feira (6) na Câmara de Vereadores, levantou questões como Alfabetização, Saúde, Habitação, Saneamento Básico, dentre outros.

De acordo com informações repassadas pela Secretaria Adjunta de Promoção do IDH durante o encontro, o analfabetismo no município sofreu uma leve redução. Loroana Santana, que representa a secretaria, informou que “460 pessoas deixaram o analfabetismo”.

O prefeito Adelbarto Santos participou do encontro e falou em “realidade maquiada”, fazendo alusão à redução inexistente do índice de analfabetismo no município, e assegurou que os números existem com base nos dados apresentados pela gestão anterior.

“É inadmissível que existam gestores que finjam que estão educando, ou que estão dando aula. Nós não admitimos isso porque fomos eleitos para mudar a realidade de São Francisco do Maranhão”, disse ele ao assegurar que a redução do analfabetismo no município “ainda está só no papel” e que falta melhorar a interlocução com o governo do estado.

O resultado das ações do Governo do Maranhão, segundo o gestor municipal, “precisa melhorar”. Ele reforça que “o município está priorizando programas que contemplem o fim do analfabetismo, melhorias na Saúde, Habitação, dentre outros, mas eles estão se arrastando”.

Observadas as pontuações feitas por membros das equipes do Governo do Estado como a Força Estadual e Mais IDH, Loroana Santana ratificou a importância do fortalecimento da parceria entre o município e o governo.

“Nós tivemos muitas dificuldades nos interiores por conta das articulações, e esse fortalecimento de parcerias com as gestões municipais, que a gente não teve anteriormente, dificultou bastante os trabalhos”, ratificou.

O prefeito encerrou chamando de “assassinato de pessoas” o uso de dados que não correspondem com a realidade educacional do município. Segundo ele, tira a oportunidade de pessoas aprenderem a ler e escrever.

“A gente pode observar que a gestão anterior fingiu muitas coisas, dentre elas a realidade acerca do analfabetismo. É assassinar as pessoas do nosso lugar, tirando delas a oportunidade de aprender a ler e escrever”, concluiu afirmando que nas comunidades apontadas, há pessoas que nunca foram a uma sala de aula.

Nesta terça-feira, quando será apresentado o relatório completo das ações do governo em todas as áreas, o evento vai ser concluído com a constituição de uma comissão que será composta de 12 integrantes, e vai definir estratégias e coordenar as ações no município na execução das ações.

Dentre outros temas discutidos estavam abastecimento d’água, cozinhas comunitárias, saúde, habitação, e saneamento básico.

Balanço das ações do governo | Primeiro dia de discussão (Fotos: Denison Duarte)