6:36 am - sábado novembro 18, 2017

Polícia prende mãe e filha suspeitas de aplicar golpes no Piauí e Ceará

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 14-10-2014 23:21 | Última modificação: 14-10-2014 23:21
Polícia prende mãe e filha suspeitas de aplicar golpes no Piauí e Ceará

Hospital de Olhos

A Polícia Civil prendeu mãe e filha, além de um homem, todos suspeitos de integrar uma quadrilha de estelionatários que atuava no Piauí e na cidade de Viçosa, no Ceará. Segundo o delegado João José Filho, o trio conseguia empréstimos bancários usando documentos falsos. As duas mulheres foram presas em Cocal, na região Norte do estado, e o homem na cidade cearense.

Para o delegado, a quadrilha era investigada desde 2013. “Ainda no ano passado, prendemos quatro pessoas sob a mesma acusação e na época recebemos informações de que tinha mais integrantes do grupo solto, com isso continuamos as investigações. Concluímos o inquérito em 2013 e abrimos um novo para apurar esses três envolvidos. Com o objetivo principal de prender um homem que é considerado o chefe do bando”, contou.

O trio falsificava documentos para conseguir empréstimos bancários e falsificar cartões de banco. “Eles agiam de muitas formas e já conseguimos investigar algumas, mas tudo começava com a falsificação de documentos. Após uma mandado de busca e apreensão prendemos o trio e apreendemos vários contratos consignados, documentos de identidade, públicos e privados, cartões de banco, mais de R$ 600, além de quatro computadores que podem ainda revelar mais ações do bando”, explicou.
De acordo com o delegado, o material ainda está sendo contabilizado e o número de vítimas ainda não foi identificado. “Estamos conferindo todos os documentos que foram apreendidos e contabilizado tudo para ter uma noção da ação da quadrilha, mas posso adiantar que muitos documentos foram apreendidos”, relatou.
O grupo foi encaminhado para o Posto Avançado do Instituto Médico Legal de Parnaíba para o exame de corpo de delito. Em seguida as duas mulheres foram encaminhadas para a Penitenciária Mista de Parnaíba, onde aguardarão julgamento e o homem será encaminhado em seguida.

Fonte:G1 Piauí