3:11 pm - segunda-feira novembro 22, 7379

Ataque de piranhas deixa 60 pessoas feridas

Edição e postagem: Leomar Duarte, em 27-12-2013 14:40 | Última modificação: 28-12-2013 09:24
Hospital de Olhos

Uma menina perdeu a falange de um dedo mindinho e um menino teve uma fratura exposta em um ataque de piranhas, na cidade argentina de Rosário. Ao todo, 60 pessoas ficaram feridas.

O episódio aconteceu nesta quinta-feira, um dia de intenso calor. A temperatura superou os 38º C e muitos aproveitavam o dia de Natal tomando banho nas águas do Rio Paraná.

A cor escura do rio impediu que o cardume fosse visto. “Foi algo muito agressivo. Houve pessoas que tiveram literalmente pedacinhos de carne arrancados pelas piranhas”, disse Gustavo Centurión, médico do Sistema Integrado de Emergência Sanitária (SIES).

Segundo o jornal argentino “El Clarín”, o caso de ataques por piranhas em Rosário não é inédito. Essa espécie é comum no Rio Paraná durante o verão, mas se mantém em trechos de águas calmas e temperaturas mais altas (como no interior do rio).

Especialistas afirmam que o peixe pode se aproximar de um banhista quando há alguma agitação repentina da água. Segundo o Ministério da Saúde, o fato foi algo “excepcional”.

A imprensa local informou que a última invasão similar em Rosário foi registrada na década de 1970.

As palometas desta região são muito semelhantes às piranhas. Elas formam cardumes e são atraídas pelos ferimentos ou o aparecimento de sangue –o que provoca ataques maciços.

Fonte: Folha de São Paulo

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE