11:31 am - quarta-feira julho 26, 2017

Tumulto no metrô faz peregrinos desistirem de ir à abertura da Jornada

Edição e postagem: Denison Duarte, em 23-07-2013 21:08 | Última modificação: 23-07-2013 21:16
Hospital de Olhos

RIO – Muitos peregrinos desistiram de assistir à missa de abertura oficial da Jornada Mundial da Juventude em virtude do caos no transporte público da cidade do Rio. Eles temem não conseguir voltar aos alojamentos após o encerramento da missa, quando o fluxo de peregrinos vai ser ainda maior. Na estação Cardeal Arcoverde, a mais próxima do palco montado na praia de Copacabana, a espera chegava a uma hora para embarcar no metrô, segundo os peregrinos que aguardavam na imensa fila que se formou em frente à estação.

A entrada foi bloqueada com grades para ordenar o fluxo de passageiros. A estação foi fechada pouco antes das 17 horas e só reabriu por volta das 19h30, quando o fluxo foi liberado e a fila começou a diminuir. As linhas 1 e 2 do metrô do Rio ficaram paralisadas e com as estações fechadas por causa de “problema de fornecimento de energia”, segundo a concessionária Metrô Rio.

“Não consegui assistir à missa por causa do transporte. O alojamento tem um horário limitado para retornar e, se esperássemos, não conseguiríamos retornar até Vila Valqueire (zona norte)”, disse Flávio Pestana, de 24 anos, morador de Praia Grande, litoral paulista. Ele contou que ficou por cerca de 30 minutos tentando obter informações sobre o fechamento, mais 30 minutos na fila até conseguir embarcar.

Maiores informações acesse o Estadão!

Foto: Clayton de Souza/AE

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE