1:59 pm - sábado novembro 18, 2017

Sobe para 24 nº de mortos por chuvas no ES

Edição e postagem: Denison Duarte, em 28-12-2013 19:49 | Última modificação: 28-12-2013 19:50
Sobe para 24 nº de mortos por chuvas no ES

Centro de doações voltado para vítimas atingidas pelas forte chuvas da região, no Ginásio Tartarugão, em Vila Velha (ES), nesta quinta-feira (26) - Alex Gouvêa/Futura Press

Hospital de Olhos

Subiu para 24 o número de mortos por causa das chuvas que atingem o Espírito Santo desde o dia 19. De acordo com boletim divulgado neste sábado, 28, pela Defesa Civil, seis pessoas continuam desaparecidas em Baixo Guandu. A chuva diminuiu no Estado, mas o Rio Doce voltou a encher, afetando o Pontal do Ipiranga, em Linhares, onde uma ponte ficou danificada.

Subiu para 24 o número de mortos por causa das chuvas que atingem o Espírito Santo desde o dia 19. De acordo com boletim divulgado neste sábado, 28, pela Defesa Civil, seis pessoas continuam desaparecidas em Baixo Guandu. A chuva diminuiu no Estado, mas o Rio Doce voltou a encher, afetando o Pontal do Ipiranga, em Linhares, onde uma ponte ficou danificada.

Localidades que estavam completamente isoladas são agora atendidas por tratores, barcos e helicópteros, principalmente Itaguaçu e Baixo Guandu, mas continuam sem energia elétrica e com riscos de novos deslizamentos de terra. Em todo o Estado, mais de 60 mil pessoas precisaram sair de suas casas e ainda não puderam retornar – 7.396 pessoas foram acolhidas em abrigos e 52.641 continuam em casas de parentes e amigos. O número de feridos chegou a 583. Dos 78 municípios capixabas, 54 foram afetados pelas chuvas. A Secretaria Nacional de Defesa Civil cessou os alertas de enxurrada. Entretanto, foram emitidos alertas de risco de deslizamento de terra.

De acordo com a previsão divulgada neste sábado pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a noite de Ano Novo deve ser de chuva em grande parte do país. O Espírito Santo, no entanto, é uma das áreas onde não há previsão de chuvas. No domingo e na segunda-feira, há possibilidade de pancadas de chuva no Oeste e no Leste do Espírito Santo, mas na terça-feira e na quarta-feira a previsão é de tempo bom para todo o estado, de acordo com o meteorologista Henri Pinheiro, do Cptec/Inpe.

Minas Gerais – No Leste de Minas Gerais, uma das regiões mais afetadas pelas chuvas dos últimos dias, há possibilidade de pancadas isoladas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. No estado, foram confirmadas 21 mortes pelas tempestades e há 9.419 desabrigados e desalojados em 51 cidades. Também deve chover no Sul de Minas Gerais. A última vítima foi localizada na cidade de Buritizeiro. Allison Pablo da Silva Rocha, 17 anos, morreu em um acidente de moto.

Na região Sudeste, a probabilidade maior de chuva é para São Paulo. “Podem ocorrer temporais a partir de hoje. Já chove forte em cidades do Vale Paranapanema e do Oeste Paulista. Nos próximos dias, o tempo deve continuar nublado com possibilidade de chuva”, disse Pinheiro.

Também há probabilidade de chuva durante a virada do ano na capital do Rio de Janeiro, bem como no Sul Fluminense e na região do Vale do Paraíba.

Donativos – Em Minas Gerais, a Defesa Civil pede doações de fraldas descartáveis e fraldas geriátricas para as vítimas das chuvas. Foram doados até o momento 80 toneladas de alimentos, 5.800 colchões, 5.260 cobertores, 1.664 telhas, 3.720 kits de produtos de higiene pessoal, 250 kits de produtos de limpeza, 510 roupas e 47 rolos de lona para a população afetada pelas chuvas. No Espírito Santo, o apelo é para mais doações de colchões. Foram doados até o momento no estado 10.622 cestas básicas, 289 mil litros de água potável, 7.077 colchões, 2.510 kits-dormitório (fronha, travesseiro e lençol), e 2.984 kits de produtos de higiene pessoal.

(Com Estadão Conteúdo)