3:11 pm - domingo novembro 23, 2651

Mulher enterra corpo acreditando ser da filha, mas jovem reaparece viva

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-01-2014 22:44 | Última modificação: 15-01-2014 22:44
Hospital de Olhos

Família mora em aldeia indígena na cidade de Caarapó, em MS.
Corpo tinha sinais de espancamento e estava desfigurado.

Há 21 dias, Agemira Freitas foi chamada para identificar um corpo que ela apontou como sendo da filha de 15 anos. A família, que mora em um a aldeia indígena em Caarapó, a 273 km de Campo Grande, organizou velório e enterro. Em janeiro, a garota apareceu viva em casa. A mulher e os parentes respiram aliviados. “Eu fiquei com uma dor no meu coração e depois [do reencontro] fiquei feliz”, afirma.

A jovem desapareceu no dia 24 de dezembro. Na mesma semana, foi encontrado na cidade de Dourados um cadáver de uma moça com aparentemente a mesma idade. O corpo estava em um lago, com o rosto desfigurado, sinais de espancamento. A família diz ter feito o reconhecimento com base em uma tatuagem que a garota tinha feito no braço com o próprio nome.

O cacique da aldeia, Leonardo de Souza, acredita que o corpo seja de outra adolescente que mora na aldeia. As duas têm nomes parecidos, Jaciela e Graziela, o que pode ter colaborado para o engano.

Fonte: G1

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE