11:32 am - quarta-feira julho 26, 2017

Médicos serão obrigados a trabalhar dois anos pelo SUS

Edição e postagem: Denison Duarte, em 08-07-2013 23:19 | Última modificação: 08-07-2013 23:19
Hospital de Olhos

O governo federal lançou na tarde desta segunda-feira(08) o Programa Mais Médicos para o Brasil, que tem como ponto mais polêmico o incentivo da vinda de médicos estrangeiros para atuarem em regiões com carência de profissionais, como municípios do interior e periferia de grandes cidades. A medida faz parte do conjunto de respostas da presidente à onda de manifestações que tomou conta de ruas de várias cidades brasileiras.

Os estudantes de medicina de faculdades públicas e privadas, para quem começar o curso a partir de 2015, terão que passar por um segundo ciclo de formação. Os universitários vão trabalhar dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) para atuar na atenção básica e nos serviços de urgência e emergência.

“Todos os estudantes de medicina, depois dos seis anos de graduação, ficariam dois anos trabalhando na saúde popular no SUS. Eles vão receber bolsa de estudo para fazer este trabalhão e esse período poderá ser usado como residência médica. Ele vai terminar a sua formação trabalhando no Sistema Único de Saúde, dando sua contribuição, humanizando”, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante anúncio nesta segunda-feira.


Para acessar a reportagem completa, clique aqui!

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE