Menu...

16 de dezembro de 2017

Lázaro do Piauí anuncia projeto para a criação da Escola Municipal de Dança


Hospital de Olhos
O presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, Lázaro do Piauí, anunciou a criação de uma Escola Municipal de Dança, para formar crianças e adolescentes e garantir o desenvolvimento do gênero em nossa cidade. A novidade deve começar a ser implantada ainda este ano, para começar a funcionar em 2014.

A idéia surgiu de uma oportunidade criada graças ao talento de jovens piauienses. Recentemente o presidente da fundação foi procurado por três bailarinos, que buscavam apoio para um ambicioso projeto. Eles querem criar a primeira escola formadora de bailarinos de Teresina, com serviços gratuitos para a comunidade mais carente.

O trio: Francielly Farias, Ramôn Ferreira e Filipe Paulino tem na bagagem muito mais do que força de vontade. Eles foram os primeiros piauienses a fazerem o curso de oito anos do Balé Bolshoi no Brasil, em Joinvile. Ela é a única filial da famosa escola de Moscou atuando fora da Rússia.

Tudo começou em 2003, quando a equipe do Bolshoi esteve em Teresina para realizar a sua I Mostra de Didática de Dança, no Parque da Cidade, para um público recorde de mais de 25 mil pessoas. O evento aconteceu em parceria com a prefeitura, com o objetivo de incentivar a prática da dança e selecionar jovens talentos.

A seleção aconteceu em 2004, com mais de 10 mil inscritos. Com a coordenação da professora Amparo Veloso, que leciona tanto no estado como na prefeitura, foram escolhidos 21 garotos de escolas públicas para a seletiva nacional, com idades entre 09 e 11 anos. Concorrendo com 350 bailarinos de todo o país, 10 jovens do Piauí foram agraciados com vagas no Bolshoi.

Entre eles, estavam os três talentos citados acima. Francielly e Ramôn se formaram e Dança Contemporânea e Filipe em Dança Clássica. Os três já viajaram o Brasil e o mundo, ganhando mais conhecimento e experiência. E agora eles querem dividir esse aprendizado com outros jovens.

Pensando nisso veio a idéia de criar a Escola Municipal de Dança, que será mantida pela fundação. O objetivo é usar um formato semelhante ao adotado no Bolshoi, com curso de oito anos para crianças e adolescentes. Para o presidente da fundação, a escola ajudará a desenvolver a dança de Teresina. “Quando eles me procuraram eu não tive dúvida e resolvi ajudar. Não podemos desperdiçar talentos como esses garotos que voltaram formados no Bolshoi. O conhecimento aprendido deve ser passado adiante. A Escola de Dança vai formar novos bailarinos e incentivar a prática na nossa cidade, além de proporcionar um caminho profissional para jovens de comunidades carentes”, ressalta Lázaro.

De acordo com a direção da FCMC, o projeto deve começar com um piloto, funcionando com núcleos de dança. As oficinas serão oferecidas no Teatro do Boi e Teatro João Paulo II.


Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE