3:27 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Entre 1985 e 2010, Brasil teve 205 tornados

Edição e postagem: Denison Duarte, em 24-09-2013 09:09 | Última modificação: 24-09-2013 09:20
Hospital de Olhos

Tornados são fenômenos imprevisíveis, mas no Brasil há mais risco de ocorrerem em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Estados do Sul.

São Paulo foi o Estado que mais registrou esse fenômeno entre 1985 e 2010. No período, foram 205 episódios no País, e há tendência de aumento na área urbanizada.

Para efeito de comparação, o Centro Nacional de Dados Climáticos dos Estados Unidos (país com maior número de casos) registra mais de mil tornados por ano.

Em 2011, eles causaram 28,7 bilhões de dólares em prejuízo, além de mais de 550 mortes. Mas as comparações são difíceis, por causa das diferenças climáticas na formação dos fenômenos.

Nos EUA, normalmente esses eventos passam dos 300 km/h – em São Paulo, se registrou esse valor em Itu, em setembro de 1991, com 15 mortes.

Segundo especialistas em meteorologia, o País não tem sistemas que registram tornados, mas se sabe que acontecem constantemente.

A diferença é que hoje há mais relatos por celulares e câmeras.

"Outras cidades próximas de Taquarituba, como Riversul, Coronel Macedo, Tejupá, Piraju e Itaí, certamente tiveram temporais e até tornado, mas não há como confirmar", diz a meteorologista da Climatempo Josélia Pegorim. Da mesma maneira, não há certeza sobre a velocidade do fenômeno. Como houve carros virados, ele pode ter passado de 150 km/h.

Pesquisador de tornados no Brasil, o geógrafo Daniel Henrique Candido fez um levantamento de três décadas para doutorado da Universidade de Campinas (Unicamp).

Segundo ele, um fator que favorece os relatos em São Paulo é o fato de ser uma região mais povoada.

Apesar disso, o estudo deixa claro que em regiões como São José dos Campos e litoral norte existe probabilidade de mais de 25% de tornados por ano. No Estado, as ocorrências são mais comuns em maio. A cidade de Itupeva é a líder na probabilidade, com 36%. "O relevo plano, com baixa altimetria e próximo de um setor com elevado número de ocorrências, leva a esse número", diz o pesquisador.

Causa

Em Taquarituba, o relevo seria também propício a tornados. Segundo o Inmet, o evento resultou de raro choque entre a massa de ar quente amazônica e ar polar frio do Sul. "Ocorrências estão possivelmente vinculadas à expansão urbana, que faz aumentar a concentração de calor nas cidades", diz Candido.

Após tornado, prefeito de Taquarituba (SP) decreta estado de calamidade pública

O prefeito Miderson Melleo (PSDB) decretou, nesta segunda-feira, 23, estado de calamidade pública em Taquarituba, cidade do interior paulista atingida por um tornado na tarde de domingo, 22.

De acordo com o levantamento preliminar da Defesa Civil, duas pessoas morreram (no domingo, a Polícia Miltar havia falado em três mortes) e 64 ficaram feridas, muitas delas em estado grave.

Cerca de 150 casas foram danificadas, das quais 10 já foram interditadas, por falta total de segurança. O tornado com ventos de 150 quilômetros por hora arrasou o distrito industrial da cidade, danificando totalmente 38 empresas. O terminal rodoviário, uma escola e uma quadra esportiva, além do fórum, estão entre os prédios públicos atingidos.

Com o estado de calamidade decretado, o prefeito pode pedir mais recursos públicos para dar socorro imediato à população.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE