Confronto em protesto contra uso de animais em pesquisas deixa 6 feridos
5:52 am - quinta-feira setembro 21, 2017

Confronto em protesto contra uso de animais em pesquisas deixa 6 feridos

Edição e postagem: Denison Duarte, em 20-10-2013 14:23 | Última modificação: 20-10-2013 14:23
Educandário Menino Jesus

São Paulo – Um novo protesto de grupos defensores dos animais em frente a um laboratório que usa cães em experimentos da indústria farmacêutica gerou neste sábado uma confronto com a polícia e seis pessoas feridas.

A manifestação aconteceu em frente ao Instituto Royal, na cidade de São Roque, a 59 quilômetros de São Paulo, de onde um grupo de ativistas seqüestrou na sexta-feira 178 cães da raça beagle que eram usados no laboratório.

Os quase 500 manifestantes exigiam o fechamento da instituição, mas foram contidos pela polícia e o protesto acabou em violência.

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas com balas de borracha usadas pelas autoridades e outras seis foram detidas e transferidas para uma delegacia de São Roque.

O Instituto Royal alegou que suas atividades são legais e que os cachorros beagle são usados em diversas pesquisas que voltadas ao desenvolvimento de novos fármacos, inclusive contra o câncer.

Os ativistas que participaram na sexta-feira do que qualificaram de ‘resgate’ dos cachorros asseguraram que os animais são vítimas de maus-tratos e que alguns dos cães ‘recuperados’ estavam cegos ou tinham diversas lesões.

O diretor científico do Instituto Royal, João Antônio Pegas Henriques, disse que entregará para as autoridades as imagens gravadas pelas câmaras de segurança para identificar os culpados.

‘Vamos usar nossos serviços jurídicos para cobrar responsabilidades dos autores da invasão no civil e no criminal, já que houve roubos e danos materiais’, disse Henriques.

Também denunciou que ‘além de levarem os animais, os invasores derrubaram portas, destroçaram as instalações e roubaram computadores e documentos’.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE