5:41 pm - sábado novembro 18, 2017

Aluna do Centro de Línguas conquista bolsa do Programa Jovens Embaixadores

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-11-2013 09:22 | Última modificação: 15-11-2013 09:22
Hospital de Olhos

Apenas 17 anos de idade e com uma história muito interessante para contar, vencer 12 mil concorrentes na disputa por uma vaga no Programa Jovens Embaixadores, que leva estudantes brasileiros a conhecerem os Estados Unidos. A dona dessa façanha é a jovem Rute Maria Araújo Silva, que iniciou os passos dessa caminhada no Centro Cultural de Línguas (CCL) Padre Raimundo José, instituição criada pela Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Piauí (Seduc) em parceria com as universidades estadual e federal e da rede pública de ensino do Piauí.

Rute Maria foi uma dos 37 estudantes da rede pública brasileira selecionados como bolsistas do Programa Jovens Embaixadores. Em janeiro, ela irá aos Estados Unidos, onde estudará e participará de reuniões em organizações dos setores público e privado, além de conhecer escolas e projetos sociais. Rute é aluna do Instituto Federal de Educação (IFPI), e fez o curso completo de inglês no Centro de Línguas. Hoje ela ainda frequenta o Centro para participar das aulas de conversação.

“Cheguei aqui no Centro de Línguas com 13 anos de idade. No início tudo foi muito difícil, pois não fazia ideia do que iria encontrar, mas logo o inglês foi abrindo as portas para mim e fui percebendo que era isso que eu queria para minha vida”, comenta Rute, que revela ainda que nada seria possível sem o CCL, sua família e amigos que sempre a apoiaram muito.

Nesses quatro anos de caminhada ao Centro de Línguas, a garota não enfrentou apenas as dificuldades com o idioma, para chegar até o local de estudo, Rute enfrenta 16 quilômetros de estrada, do povoado Alegria, zona rural de Teresina, até o bairro Primavera, onde fica o Centro.

Ana Maria Araújo, mãe da jovem Rute, é só sorrisos e elogios quando fala da filha. A agente comunitária de saúde sempre estimulou suas duas filhas a acreditarem na educação como alicerce para a construção de uma vida melhor. “Sempre incentivei e incentivo a Rute e a irmã dela a aproveitarem as oportunidades que o mundo oferece, e que tudo que elas buscassem a partir da educação teriam meu apoio incondicional. Só tenho a agradecer a Deus pelas filhas que tenho”, acrescenta.

No CCL, professores e colegas de aula estão orgulhosos pelo feito da Jovem Embaixadora que é a terceira representante do Piauí, e do Centro de Línguas, a participar do Programa.

“No Centro de Línguas damos todo o suporte aos mais de 2.300 alunos que aqui estudam, numa perspectiva voltada para a conversação, tanto na língua inglesa como na espanhola e inglesa. Nossos alunos participam de vários programas, alguns deles desenvolvem, inclusive, pesquisas científicas”, explica o diretor do CCL, Alexandre Oliveira.

Mário foi professor de Rute por três semestres, ele credita sua conquista ao perfil da jovem que se adéqua ao Programa Jovens Embaixadores. “Damos o suporte que eles necessitam, mas o talento é deles. Rute, como muitos outros, é o exemplo de que força de vontade e o apoio da escola podem levá-los a realizarem seus sonhos, mesmo que pareçam impossíveis”, completa.

Centro Cultural de Línguas

A Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Piauí (Seduc) e professores das universidades UFPI, Uespi e da rede pública de ensino do Piauí, criaram o Centro Cultural de Línguas Padre Raimundo José na ânsia de oportunizar a comunidade carente um ensino de línguas estrangeira de qualidade.

O CCL direciona suas ações para o ensino de línguas estrangeiras (Inglês, Espanhol e Francês) e nacional (Português) a alunos e funcionários da Rede Pública Estadual de Ensino, bem como a comunidade carente economicamente. Neste Centro, os alunos têm a oportunidade de aprender outra(s) língua(s) e suas respectivas culturas num processo de ensino e aprendizagem livre e democrático.

Jovens Embaixadores

Criado em 2002, o Programa busca beneficiar alunos brasileiros da rede pública de ensino que são exemplos em suas comunidades por meio de sua liderança, atitude positiva, consciência cidadã, excelência acadêmica, e conhecimento da língua inglesa.

"Estou muito feliz e espero representar bem o Brasil, apresentar a nossa cultura a outras pessoas, aperfeiçoar o meu inglês e absorver todo o conhecimento que me será apresentado e o colocar em prática na comunidade onde moro, na minha escola e na minha vida", finalizou Rute.