8:52 pm - terça-feira novembro 21, 2017

Maria Júlia Coutinho fala no Jornal Nacional sobre ataques racistas que sofreu no Facebook

Edição e postagem: Denison Duarte, em 03-07-2015 22:02 | Última modificação: 03-07-2015 22:03
Hospital de Olhos

Maria Júlia Coutinho, a Maju, falou, no Jornal Nacional, sobre os ataques racistas que sofreu no Facebook oficial do programa. “Estava todo mundo preocupado. Muita gente imaginou que eu estaria chorando pelos corredores. Mas a verdade é o seguinte, gente. Eu já lido com a questão do preconceito desde que eu me entendo por gente. Claro que eu fico muito indignada, triste com isso, mas eu não esmoreço, não perco o ânimo. Eu cresci em uma família muito consciente, os meus pais sempre me orientaram. Acho importante que medidas legais sejam tomadas, para evitar ataques a mim e a outras pessoas. Mas também quero manifestar aqui, porque fiquei muito feliz com o carinho, recebi milhares de e-mails, de mensagens. Mas o mais importante é que a militância que faço é com o meu trabalho, sempre bem feito, com muito carinho, com muita dedicação, com muita competência, que é o mais importante. Os preconceituosos ladram, mas a caravana passa”, disse ela.

“Eu e a Renata [Vasconcellos] falamos em nome de todos os colegas da Globo, que, é claro, também repudiaram as agressões absurdas. #SomosTodosMaju, né, Renata?”, disse Bonner. “Hoje e sempre”, completou a colega. O Ministério Público de São Paulo vai investigar os perfis de onde partiram os ataques. Maju começou neste ano como a moça do tempo do Jornal Nacional e as participações dela são sempre mais informais, com ela chamando Florianópolis de Floripa, e Belo Horizonte de BH.

Fonte: A Tarde

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE