Menu...

18 de dezembro de 2017

Em livro, Andressa Urach revela que cobrava R$ 15 mil por 2 horas de sexo


Hospital de Olhos

Na biografia “Morri para Viver” (Planeta), sobre sua trajetória de “fama, drogas e prostituição”, Andressa Urach, que diz ter sido uma das garotas de programa mais caras e desejadas do país, revela que cobrava R$ 15 mil por duas horas de sexo.

Trechos do livro, que tem lançamento previsto para o final deste mês, foram obtidos pelo jornal britânico “Daily Mail”.

Após Andressa Urach, Thammy Miranda também promete revelações em biografia

Em capítulos que descrevem detalhes de sua experiência no universo da prostituição de luxo, ela conta que esteve com “centenas, talvez milhares de homens” em seus 27 anos de vida.

Reprodução/Instagram/andressaurachoficial

Capa de "Morri para Viver", biografia de Andressa Urach
Capa de “Morri para Viver”, biografia de Andressa Urach

“Ricos, pobres, maníacos, pervertidos, ladrões, pedófilos, sadomasoquistas. Protagonizei as cenas mais humilhantes para qualquer ser humano. Eu encontrei satisfação em infligir e receber dor em atos sexuais. Estava obcecada com o prazer em ser submissa e joguei fora minha honra como um pedaço de lixo”, diz.

Andressa Urach

A apresentadora afirma ainda que já aceitou fazer parte de orgias só para ficar próxima de pessoas famosas, cantores, empresários e jogadores de futebol, e, assim, ter oportunidades na mídia. “Nada me impediu nos meus esforços de me tornar rica. Eu fiz tudo por fama e dinheiro.”

Andressa conta que fazia presença em casas noturnas e, caso encontrasse um cliente interessado em pagar para ter sexo, o negócio era feito ali mesmo, com o gerente da boate.

“Tudo era autorizado por mim. Eu dava um sim ou não para cada proposta antes de fechar o negócio. Eu cobrava R$ 15 mil. Mas tinha uma regra rígida: jantar, fotos ou vídeos não eram permitidos. Eu ficava apenas duas horas dentro do quarto de hotel e o pagamento tinha de ser feito antes do ato sexual.”

O livro sobre a vida de Andressa, que foi de Miss Bumbum e garota de programa a evangélica depois de quase morrer por causa de uma infecção, é escrito por Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da Record, sua atual emissora.

CRISTIANO RONALDO

O suposto caso amoroso com o jogador português Cristiano Ronaldo também é retratado na biografia. Andressa diz que, em 2013, recebeu uma ligação do atleta. “Você é realmente a Miss Bumbum do Brasil?”, teria perguntado ele. “Você tem o bumbum mais bonito e eu gosto de bundas”

“Eu não conseguia acreditar que tinha a chance de ter um encontro romântico com um dos principais jogadores de futebol do mundo. Eu não queria saber de ser paga nessa viagem. Eu pensei que nenhum dinheiro pagaria o sucesso de estar ao lado de Cristiano Ronaldo.”

Um mês após a conversa, Andressa teria viajado para Madri encontrar o craque em um hotel. “Eu estava no elevador privativo da suíte e meu coração parou quando a porta se abriu. Era ele: Cristiano Ronaldo. Sorrindo, ele me convidou para entrar e nós conversamos rapidamente sobre o que iria acontecer. Então, ele me agarrou e nós tivemos uma relação sexual bem intensa. Ao contrário do que imaginei, o jogador era um pouco agressivo na cama. Passamos menos de uma hora no quarto”, conta.

Andressa Urach

A apresentadora afirma que pediu uma foto com o jogador, como fã, e ele disse que a imagem não poderia ser feita dentro do quarto. “Eu esperei no estacionamento por 40 minutos até um funcionário do hotel me informar que ele já tinha ido embora. Quando peguei o elevador para ir embora, outro funcionário me pegou pelo braço e pediu: ‘Suba. Cristiano está mandando você subir’.”

“Sem reação, eu voltei para o mesmo quarto, que desta vez estava vazio. Eles me trancaram lá por três ou quatro horas. Angustiada, eu liguei para meu agente para pedir ajuda. Assim que estava livre, a única coisa que pensei foi em desejo de vingança.”

Cristiano, que na época namorava a modelo russa Irina Shayk, sempre negou o affair e ameaçou processar Andressa após ela divulgar a história a um jornal inglês.

A biografia de Andressa falará ainda sobre o vício em cirurgia plásticas, que a deixou internada em estado grave em 2014, quando foi submetida a uma série de procedimentos médicos para eliminar o hidrogel que aplicou nas coxas para deixá-las mais grossas.

“A inacreditável experiência de quase morte no coma. Os dias de internação no limite da vida. A sobrevivência e sua jornada em busca de redenção”, diz um trecho do resumo do livro.

TIRAGEM

Se você está ansioso para comprar o livro, fique tranquilo que não vai faltar: 500 mil exemplares já foram impressos e mais 500 sairão das gráficas até o dia do lançamento, 20 de agosto, totalizando tiragem recorde de um milhão.

Para efeito de comparação, o primeiro livro do fenômeno “Cinquenta Tons de Cinza” teve tiragem de 200 mil exemplares no Brasil. A biografia de Andressa já está em pré-venda online.


Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE