7:51 am - terça-feira novembro 21, 2017

Após atentado, Ana Hickmann depõe e deixa delegacia acompanhada do esposo

Edição e postagem: Denison Duarte, em 22-05-2016 16:06 | Última modificação: 22-05-2016 16:10
Hospital de Olhos

Atentado – Ana Hickmann deixou o Departamento de Investigação e Homicídios e Proteção á Pessoa em Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais, após prestar esclarecimentos sobre o atentado sofrido neste sábado (21) em um quarto de hotel por volta das 14h.

Ela saiu da delegacia na companhia do esposo Alexandre Correa e do irmão Gustavo Correa que a defendeu no atentado. Ninguém quis conceder entrevista à imprensa.

Ana Hickmann estava em um hotel quando um fã, identificado como Rodrigo Augusto de Pádua, abordou o seu sócio Gustavo Correa.

O fã estava armado e obrigou o sócio de Ana Rickmann a levá-lo até o quarto onde estava a apresentadora.

Rodrigo Augusto ameaçou e ofendeu Ana Hickmann. Ele obrigou ainda que o sócio e sua esposa Giovana Oliveira, que é secretária de Ana, ficassem de costas.

O sócio, para defender Ana e a esposa, iniciou uma luta corporal com o fã armado, que acertou dois tiros em Giovana. Gustavo Correa desarmou o fã e disparou três tiros, deixando-o morto no local.

Autor do atentado usava nome falso

Segundo a polícia, o Rodrigo  Augusto teria se apresentado com nome falso, usando ainda o cartão de crédito e a identidade do pai.

Ele dedicava as suas redes sociais a Ana Hickamnn, sem deixar de declarar o amor doentio pela apresentadora.

“Há mais de um ano que é você e só você. Eu penso, sonho e suspiro somente por você, meu amor! Meu amor! Meu amor! Meu amor”, teria dito Rodrigo em uma rede social.

Durante uma entrevista ao programa Brasil Urgente, o irmão de Rodrigo disse que estava abalado e que eles são de Juiz de Fora.

O irmão, que não foi identificado, disse ainda que a família teria descoberto há pouco tempo o seu amor doentio por Ana Hickmann.

“Nós descobrimos que ele era fã dela há pouco tempo pelas redes sociais. Ele era muito tranquilo, muito amoroso e carinhoso com a minha mãe”

Edição e postagem: Denison Duarte
Com informações do GNC