10:55 pm - sábado novembro 18, 2017

Sarah Menezes ganha nova chance e vai ao Mundial de judô

Edição e postagem: Denison Duarte, em 04-07-2015 23:05 | Última modificação: 04-07-2015 23:05
Hospital de Olhos

Sarah Menezes terá uma nova oportunidade para mostrar que pode se recuperar a tempo das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Depois de ficar afastada da convocação dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, a campeã olímpica voltou a ser chamada nesta quinta-feira para defender a seleção brasileira no Mundial de Judô marcado para agosto, no Cazaquistão.

Sarah Menezes ganha nova chance na seleção brasileira (Divulgação/CBJ)

A atleta do Piauí ainda ocupa a terceira colocação do ranking mundial, atrás apenas de Urantsetseg Munkhbat (Mongólia) e Paula Pareto (Argentina). Sarah Menezes chegou a ficar nove meses sem conquistar nenhuma medalha no circuito mundial, mas deu a volta por cima no Campeonato Pan-Americano, em abril, quando conquistou o primeiro lugar com direito a vitória sobre a própria Pareto na decisão.

Segundo apurou o Esporte Final, Sarah Menezes foi poupada da equipe que disputará os Jogos Pan-Americanos de Toronto por ter se apresentado 10kg acima do limite da categoria ligeiro (até 48kg) durante treinamento da seleção brasileira no Japão, em maio. A atleta de 25 anos não se pronunciou sobre o caso, mas também estaria com problemas renais, que contribuíram para o afastamento. Agora, ela terá a oportunidade de voltar a defender a seleção no principal campeonato da temporada.

O grande desfalque do time nacional será o peso pesado número 2 do mundo, Rafael Silva, que se recupera de uma lesão músculo peitoral. Assim como no Pan, ele será substituído pelo sul-mato-grossense David Moura.

Também havia a expectativa que o medalhista olímpico Leandro Guilheiro pudesse disputar o Mundial ao lado de Victor Penalber na categoria até 81kg, mas ele ainda não foi convocado. Atualmente, Guilheiro ocupa apenas a 69ª colocação do ranking mundial devido à sequência de lesões e falta de participação em torneios nos últimos anos. Penalber, por sua vez, é o quinto do ranking.

A comissão técnica tem o direito de inscrever dois atletas de um mesmo peso em até quatro categorias. A equipe feminina contará com duas judocas nos pesos ligeiro e pesado. Já a equipe masculina foi convocada com dois atletas apenas no peso ligeiro – a comissão ainda aguarda pelo possível retorno de Rafael Silva antes de anunciar qual será o último atleta convocado para a competição.

O Mundial de Judô acontecerá entre os dias 24 e 30 de agosto, em Astana (Cazaquistão). Antes disso, a seleção disputará os Jogos Pan-Americanos entre os dias 11 e 14 de julho, no Canadá.

Confira a seleção para o Mundial 2015:

48kg – Sarah Menezes (AJ Expedito Falcão/PI) e Nathália Brigida (Minas TC/MG)
52kg – Érika Miranda (Minas TC/MG)
57kg – Rafaela Silva (Instituto Reação/RJ)
63kg – Mariana Silva (Minas TC/MG)
70kg – Maria Portela (Sogipa/RS)
78kg – Mayra Aguiar (Sogipa/RS)
+78kg – Maria Suelen Altheman (AJ Rogério Sampaio/SP) e Rochele Nunes (Sogipa/RS)
60kg – Felipe Kitadai (Sogipa/RS) e Eric Takabatake (EC Pinheiros/SP)
66kg – Charles Chibana (EC Pinheiros/SP)
73kg – Alex Pombo (Minas Tênis Clube/MG)
81kg – Victor Penalber (Instituto Reação/RJ)
90kg – Tiago Camilo (EC Pinheiros/SP)
100kg – Luciano Correa (Minas Tênis Clube/MG)
+100kg –David Moura (Instituto Reação/RJ)

image

Denison Duarte – Amarante (PI)