11:15 pm - segunda-feira novembro 20, 2017

Inter prepara mudanças no elenco para 2014

Edição e postagem: Denison Duarte, em 26-11-2013 03:44 | Última modificação: 26-11-2013 03:44
Inter prepara mudanças no elenco para 2014

Hospital de Olhos

“Este número vai reduzir para no máximo dois dirigentes, além do Newton Drumonnd, que é o executivo de futebol. Hoje tem muita gente e muito discurso, mas na prática o que aconteceu foi um monte de erro dentro e fora do vestiário e que refletiu no campo”, disse um conselheiro ligado ao presidente Giovanni Luigi, que pediu para não ser identificado.

Antes da partida contra o Coritiba, no último domingo (0 a 0), o diretor de futebol Luiz César Souto de Moura já havia confidenciado para os jornalistas que estavam na concentração colorada que irá colocar o cargo à disposição após o Brasileiro. A tendência é de que o presidente Luigi aceite a saída.

Marcelo Medeiros, que além de diretor de futebol é também vice-presidente eleito do Inter, também não descarta colocar o seu cargo no departamento de futebol a disposição.

“Quando acabar o Campeonato eu vou fazer uma reflexão e ver onde errei, onde o departamento de futebol errou, em um modo geral, e vou conversar com o presidente Luigi. Por ser vice-presidente eleito eu não vou me desligar do Inter, mas vou fazer uma reavaliação sobre o futebol”, disse Medeiros.

As mudanças não ficarão somente no quadro diretivo. O grupo de jogadores também sofrerá modificações profundas. Os veteranos Índio, Kleber e Gabriel, que estão com o contrato acabando no final desta temporada, não permanecerão para 2014. A direção estuda a rescisão de contrato e também o empréstimo de alguns jogadores, como o centroavante Rafael Moura, o volante Bolatti e o atacante Forlán, que ganham altos salários e não deram a resposta esperada.

Indisciplina incômoda

Outra situação que está incomodando o mandatário colorado são os atos de indisciplina que estão acontecendo entre os jogadores do Inter nas últimas rodadas do Brasileiro. Em Goiânia, após a derrota para o Goiás, alguns jogadores discutiram asperamente dentro do vestiário colorado, ficando muito próximo de uma briga.

“Os jogadores estavam indignados com a derrota e eu prefiro esta indignação do que jogador saindo escutando pagode e demonstrando não estar nem ai para a situação do time”, disse Marcelo Medeiros na ocasião.

Clemer ameniza após ser criticado por Willians no Inter

Uma semana depois, o volante Willians, na saída de campo após o empate contra o Coritiba, criticou abertamente o técnico colorado Clemer por não ter modificado o time durante o jogo. “Ele tem jogador e não bota para jogar. Tem três substituições para fazer e não faz nada”, declarou o meio-campista.

A direção do Inter não descarta punir o volante colorado por criticar abertamente o treinador. “Isto é uma situação que está sendo tratada internamente”, disse o presidente Giovanni Luigi, em entrevista para a Rádio Gaúcha.

As mudanças idealizadas pelo presidente colorado só não foram colocadas em prática porque o Inter ainda precisa pontuar nas duas últimas rodadas do Brasileiro para afastar o fantasma do rebaixamento. Hoje o time está a quatro pontos da zona do descenso.