12:28 pm - quarta-feira novembro 22, 2017

Equipe feminina de ginástica do Brasil conquista o bronze no Pan; Flávia Saraiva é a 4ª melhor

Edição e postagem: Denison Duarte, em 13-07-2015 16:33 | Última modificação: 13-07-2015 16:33
Hospital de Olhos

Depois de o time masculino ganhar a prata um dia antes, a equipe feminina de ginástica artística do Brasil conquistou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, neste domingo à noite, com a pontuação total de 165.400. Flávia Saraiva, de apenas 15 anos, foi o destaque e terminou como a quarta melhor atleta individualmente no geral, enquanto a experiente Daniele Hypólito também teve bom desempenho e ficou na oitava posição.

A medalha de ouro ficou com os Estados Unidos (173.800 pontos), que lideraram com tranquilidade, enquanto o anfitrião Canadá (166.500) levou o bronze. Na sequência, ficaram Cuba, México, Colômbia, Venezuela e Argentina. Além de Flávia e Daniele, a equipe brasileira foi formada por Lorrane Oliveira, Letícia Costa e Julie Kim Sinmon.

Apesar das quedas de Lorrane e Letícia no solo, as boas apresentações de Flávia Saraiva no solo (14.200 pontos) e na trave (14.550) e a regularidade de Daniele Hypólito, que se destacou no salto (14.300), garantiram a terceira colocação às brasileiras. Promessa da renovação da ginástica do país, Flavinha arrancou muitos aplausos do público nas arquibancadas após o seu desempenho do solo.

“Foi bem melhor do que o último o Pan (quando o Brasil ficou em quarto lugar, em Guadalajara), por equipes acho que foi ótimo para a gente. A gente vem trabalhando muito e vencendo cada etapa, fazendo boas apresentações. Não é de uma hora pra outra que vamos ganhar dos Estados Unidos, o que é muito difícil. Houve melhora em todas as série, mas falhas acontecem, isso é uma competição. Estou muito feliz”, disse Daniele Hypólito, de 30 anos, que está em seu último Pan-Americano da carreira.

Vale lembrar ainda que a seleção competiu desfalcada de sua melhor atleta, Rebeca Andrade, que sofreu uma lesão no joelho às vésperas do Pan, dificultando com que o objetivo de conquistar a prata fosse alcançado.

Com os resultados, o Brasil ainda assegurou a classificação de três ginastas para quatro finais individuais distintas: Flávinha vai competir na trave, solo e individual geral, Daniele no solo, salto e individual geral, e Julie Kim na trave.

Meninas do Brasil conquistaram o bronze na ginástica por equipes, atrás de EUA e Canadá

A briga por medalhas no individual geral, feminino e masculino, será nesta segunda-feira.

Depois do bronze, a renovada equipe brasileira agora vai disputar o Mundial, em Glasgow, na Escócia, em busca da vaga na Olimpíada de 2016.

 

Fonte: ESPN

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE