2:13 pm - domingo novembro 19, 2017

Com herói improvável, França se salva contra a Ucrânia e vai à Copa do Mundo

Edição e postagem: Denison Duarte, em 20-11-2013 00:30 | Última modificação: 23-11-2013 02:15
Com herói improvável, França se salva contra a Ucrânia e vai à Copa do Mundo

Hospital de Olhos

Uma noite heroica em Paris. Empurrado por uma inflamada torcida, a França sofreu bastante, mas conseguiu transformar toda a apreensão em comemoração. Os franceses fizeram o que precisavam, bateram a Ucrânia por 3 a 0 e estão mais uma vez na Copa do Mundo.

A França era a grande favorita para o duelo, mas acabou ficando em apuros depois de perder a partida de ida por 2 a 0 na Ucrânia, na última sexta-feira. Até por isso, os minutos finais da partida foram de bastante emoção. Os ucranianos tentaram como puderam, mas não conseguiram fura o bloqueio azul para fazer o gol que seria o salvador.

Em uma seleção que pode ter Ribéry como o melhor jogador do mundo, o herói foi mais que improvável. Reserva da equipe, Sakho ganhou a vaga na equipe por conta da expulsão de Koscielny no jogo de ida e brilhou como nunca. O zagueiro do Liverpool marcou o primeiro gol do triunfo e ainda foi peça fundamental no que acabou sendo o gol decisivo, marcado contra pelo ucraniano Husyev. Benzema foi o outro que foi às redes nesta terça-feira.

O jogo francês acabou mais uma vez marcado um pouco pelas polêmicas de arbitragem. Mas desta vez com erros para os dois lados. Sakho abriu o placar logo aos 22 minutos do primeiro tempo, aproveitando rebote do goleiro Pyatov, que havia feito uma ótima defesa em chute à queima roupa de Benzema. Logo em seguida, porém, o juiz começou a se complicar.

Aos 30 minutos, o erro foi contra a seleção francesa. Ribery fez um ótimo passe dentro da área e achou Benzema. Com calma, o atacante do Real Madrid tirou do goleiro e mandou a bola para as redes, mas a jogada foi anulado por conta de um impedimento mal marcado.

A França, porém, acabou compensada em seguida. Após confusão dentro da área, a bola de novo sobrou nos pés de Benzema. Ele estava em posição de impedimento, mas o lance não foi anulado pela arbitragem. Melhor para o atacante, que mais uma vez empurrou a bola para as redes.

A Ucrânia quase conseguiu diminuir a desvantagem no último lance, mas Debuchy salvou em cima da linha, e o jogo acabou mudando de cara logo no início da etapa final. Aos 2 minutos, Khacheridi fez falta em Ribéry, tomou o segundo amarelo e acabou expulso.

Com um a mais, os franceses foram para a pressão completa. Depois de muito tentar, o gol finalmente saiu aos 27 minutos. Ribery chutou cruzado, e a bola ia sobrando limpa para Sakho apenas empurrar para as redes. No desespero para evitar o lance, Husyev tentou o desvio, mas acabou marcando contra. Festa em Paris, que durou até o apito final com os jogadores apenas segurando a vantagem em campo.

A classificação francesa deixa a Copa do Mundo de 2014 muito perto de ter todos os campeões mundiais classificados. O último a jogar pela vaga é o Uruguai, que já abriu uma vantagem enorme ao vencer fora de casa a Jordânia por 5 a 0 no jogo de ida.