12:24 am - segunda-feira outubro 23, 2017

Reconstruída, Chapecoense terá sua primeira partida em janeiro contra o Inter de Lages

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-12-2016 00:16 | Última modificação: 15-12-2016 00:16
Hospital de Olhos

Chapecoense reconstruída – O primeiro jogo da Chapecoense depois que a delegação morreu no acidente da aeronave Lamia vai acontecer no dia 29 janeiro de 2017.

De acordo com a BBC Internacional, um membro do clube disse que a equipe está programada para jogar com o Inter de Lage no Campeonato Catarinense Série A 2017, às 17h no Índio Condá, em Chapecó.

O avião da equipe ficou sem combustível e caiu perto de Medellin, Colômbia, em 29 de novembro, matando 71 pessoas, incluindo a maioria dos jogadores e da administração.

Três jogadores estavam entre os seis sobreviventes na tragédia, enquanto nove não viajaram.

A Chapecoense estava viajando para Medellin para jogar a primeira etapa da Copa Sulamericana, numa final contra o Atlético Nacional, o que seria o maior jogo da história do clube.

Desde então, eles receberam o título pela confederação de futebol sul-americano Conmebol.

Dois dos jogadores que sobreviveram, o zagueiro Alan Ruschel e o goleiro Jakson Follmann, que teve sua perna amputada, voltaram ao Brasil na terça-feira. O terceiro, Neto, permanece no hospital na Colômbia.

Vagner Mancini foi nomeado gerente para reconstruir a equipe, com sede em Chapeco, no sul do Brasil.

Os principais clubes de futebol do Brasil se comprometeram a emprestar jogadores a Chapecoense gratuitamente e pediram para que eles fossem protegidos do rebaixamento da primeira divisão nas próximas três temporadas.

O ex-atacante do Brasil e do Barcelona, ​​Ronaldinho, e o ex-internacional argentino Juan Roman Riquelme teriam se oferecido para jogar no clube, enquanto outro ex-jogador do Barça, Eidur Gudjohnsen, ofereceu seus serviços.

O último jogo da equipe foi um dia antes do acidente.

Chapecoense reconstruída | Clube recebe a atenção de atletas de todo o mundo

chapecoense reconstruída

Com informações da BBC International