Após reunião com Gaviões, Emerson pede desculpas por foto e cutuca são-paulinos
4:00 pm - segunda-feira setembro 25, 2017

Após reunião com Gaviões, Emerson pede desculpas por foto e cutuca são-paulinos

Edição e postagem: Denison Duarte, em 23-08-2013 23:25 | Última modificação: 23-08-2013 23:25
Educandário Menino Jesus

O atacante Emerson Sheik, do Corinthians, pediu desculpas nesta sexta-feira por ter postado na rede social Instagram uma foto em que dava um selinho em um amigo. Ele tomou a decisão de se desculpar após uma reunião com a torcida organizada corintiana Gaviões da Fiel.

"Não poderia ter feito isso, foi sem intenção, mas jogo em um clube de futebol, em um mundo cheio de rivalidades e provocações, qualquer comentário é motivo de chacota", disse o jogador, em declarações que foram reproduzidas pelo site da Gaviões.

Segundo o site da torcida, Emerson ainda teria cutucado os torcedores do São Paulo. "Lamento se ofendi a torcida do Corinthians, não foi a minha intenção. Foi só uma brincadeira com um grande amigo meu, até porque eu não sou São Paulino", teria dito o jogador.

Em uma manifestação contra o preconceito, o atleta colocou na internet, no domingo, uma foto dele beijando um amigo, o que gerou reações de indignação. No dia seguinte, membros de outra organizada, a Camisa 12, levaram faixas de protesto a Emerson até o CT do Corinthians.

Segundo a assessoria de imprensa do clube, o encontro realizado antes do treino da tarde desta sexta foi pacífico e contou também com a presença do diretor-adjunto do Corinthians, Duílio Monteiro Alves.

No início da noite, o atacante publicou uma foto dele com seus filhos com o texto: "Coringão … !!! Só tenho a agradecer a essa torcida linda que sempre me apoiou e me apóia, agradeço ao papai do céu todos os dias pelas conquistas que tive aqui e pelas muitas outras que estão por vir. Nossa história é vitoriosa e continuará assim por muitos e muitos anos. Peço desculpas aos que se sentiram ofendidos pela brincadeira que fiz com um amigo. Não tive a intenção de ofender ninguém, muito menos a nação Corinthiana, vou continuar honrando essa camisa como tem sido nos últimos anos … Vai Corinthians !! Não para nunca !! [sic]".

Perguntado sobre o beijo de Sheik, Tite negou comentários em entrevista coletiva nesta sexta, mas defendeu. "Não posso prejudicar o outro porque ele é diferente. Eu, heterossexual, posso ser diferente para o outro, homossexual."

No próximo domingo, na partida contra o Vasco, em Brasília, Emerson promete entrar em campo com uma chuteira com a frase: ‘Fora preconceito’.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE