12:10 pm - domingo novembro 19, 2017

Justiça determina que Chimbinha mantenha distância de 100 metros de Joelma

Edição e postagem: Denison Duarte, em 13-09-2015 12:28 | Última modificação: 13-09-2015 12:31
Hospital de Olhos

A relação entre Joelma e Chimbinha azedou ainda mais. Após a vocalista da Calypso afirmar que se sentia ameaçada pelo ex-marido em depoimento na delegacia de Ananindeua, no Pará, a Justiça determinou que Chimbinha não poderá se aproximar dela.

A decisão foi da 4ª Vara Penal da cidade e tem como base a lei Maria da Penha, que prevê medidas protetivas para mulheres em casos de risco. “Já foram deferidas as medidas protetivas. Foi determinado que ele não pode se aproximar dela em situação alguma, incluindo shows e gravações, e deve manter distância de 100 metros. A agenda dela vai ser mantida com o novo guitarrista”, afirmou a advogada da cantora, Patrícia Bahia.

Ainda de acordo ela, o processo corre em segredo de justiça. Segundo o advogado de Chimbinha, Hermínio Faria Neto, a desfesa do artista ainda não foi notificada. “A medida medida protetiva é feita unilateralmente. O que ocorre é que esta decisão não tem conteúdo, pois eles não estão morando juntos, nem tocando juntos. Não há ofensa. Entendemos que Joelma tenta revidar o fato do Chimbinha ter feito uma ocorrência primeiro, que recaiu sobre uma amiga dela”, disse o advogado em entrevista ao G1.

Com o fim do casamento de 18 anos, Chimbinha alegou que passou a receber mensagens difamatórias no celular. Ele registrou o ocorrência na Divisão de Investigação e Operações Especiais, em Belém, e a polícia está investigando a origem dessas mensagens.

A denúncia também corre em sigilo. “Como é uma queixa de cunho pessoal, não podemos passar qualquer informação sem a autorização do senhor Cledivan de Almeida Farias. Nossa investigação está sendo feita e agora depende dele querer dar prosseguimento ou não. Para isso, tem que comparecer à delegacia”, explicou o delegado titular Neyvaldo Silva. ‘Joelma não sobre mais no palco com Chimbinha’, dispara empresário da banda.

Em meio a confusão da separação, Chimbinha está afastado da Calypso por 15 dias após se submeter a uma cururgia na vista. Durante esse período – que deve durar até a quarta-feira (16) – , o substituto é o pernambucano Ian Marinho, de 26 anos. Mauro Neto, gerenciador de crise contratatado pelo artista, garantiu que o músico volta a se apresentar no sábado, dia 19, num show em Palmas. Antes mesmo da decisão judicial, Claudio Melo, empresário da banda, afirmou que os dois não vão mais dividir o mesmo espaço. “Joelma não sobe mais no palco com ele. Ia ter a turnê de encerramento até o Réveillon e depois eles iriam decidir o que fazer. Só que o negócio engrossou, ela disse que não quer mais subir no palco com ele. Mulher com raiva é f…, viu”, explicou.

Fonte: PurePeople