7:20 am - segunda-feira novembro 20, 2017

Em São Francisco, vereador Zé Borges vai tentar a reeleição: ‘tem meu apoio’, diz Adelbarto Santos

Edição e postagem: Denison Duarte, em 29-02-2016 17:08 | Última modificação: 26-12-2016 10:09
Hospital de Olhos

O desejo de continuar atuando no Legislativo de São Francisco do Maranhão em prol da população do município está mais intenso que antes, foi o que afirmou o vereador Zé Borges (PCdoB) neste domingo(28) ao Somos Notícia.

Ele busca a reeleição em 2016, trazendo consigo a firme convicção de fortalecer a candidatura de Adelbarto Santos.

O vereador foi convidado pelo atual pré-candidato a participar da confraternização, que reuniu neste domingo familiares e amigos residentes nas localidades próximas a Várzea Comprida, a aproximadamente 65 Km da zona urbana do município.

“A união da família de Adelbarto é, sem sombra de dúvidas, a união da política de São Francisco do Maranhão”, disse ele.

Zé Borges considera que os últimos quatro anos foram de muitos desafios nas atividades, enquanto legislador. “Vejo que valeu a pena todo o esforço, apesar das dificuldades, mas estou aqui pronto mais uma vez para enfrentar essa campanha e passar mais quatro anos no Legislativo.”

O pré-candidato do PCdoB a prefeito do município, Adelbarto Santos, em entrevista ao Somos Notícia disse que o partido deverá conter aproximadamente 24 candidatos a vereador nas próximas eleições, “dependendo das coligações”.

“No caso do Zé Borges, é alguém que está próximo a mim e eu o defendo pela sua postura. Zé Borges tem ideal e princípios, por isso, eu vou defendê-lo. Nós estamos trabalhando para fortalecer uma coligação ampla, mas a gente reforça esse elo de confiança com ele na reeleição”, afirmou Adelbarto Santos.

Já o vereador Piruta, também do PCdoB, está decidido a somente apoiar a candidatura de Adelbarto Santos da pré-candidatura à eleição. “Atuamos bastante em benefício do povo franciscoense, mas estou decidido a não tentar a reeleição em 2016”, disse ele.

“Na política, a gente entra com certa ansiedade, e por não conseguir resolver os problemas que gostaríamos, ficamos em situação delicada. É preciso que tenhamos condições para trabalhar o social”, concluiu.

Edição, foto e postagem: Denison Duarte

Adelbarto Santos e Vereador Zé Borges
vereador Zé Borges