10:19 am - terça-feira novembro 21, 2017

Centro de Convivência é reaberto em Amarante; secretária quer projetos culturais para a 3ª idade

Edição e postagem: Denison Duarte, em 18-01-2017 23:41 | Última modificação: 18-01-2017 23:44
Hospital de Olhos

Terceira idade – Ao som das marchinhas carnavalescas da banda Nova Euterpe, mais de cem idosos de Amarante participaram da reabertura do Centro de Convivência no início da noite desta quarta-feira (18).

Os momentos iniciais tiveram a participação da secretária de Assistência Social, Ana Tércia. Na sua fala, ela defendeu a realização de um trabalho sem diferenciação e com a participação de todos.

“Vamos fazer um trabalho que contemple a todos vocês da melhor maneira possível e sempre escutando a opinião de todos. Somos novatos, mas temos muita vontade de querer fazer o melhor por todos desta casa. Este primeiro momento é de acolhimento para nos conhecer melhor”, disse ela.

A senhora Joaquina Feitosa de Sousa Lima, 71, diz estar na torcida na condução dos trabalhos do Centro de Convivência, onde ela teve grande parte dos bons momentos já na terceira idade.

“Estou gostando demais desse nosso reencontro. Eu espero que dê tudo certo. Eu sou das primeiras a frequentar o Centro de Convivência. Voltar aqui me deixa feliz demais”, disse ela.

Dona Maria Francisca do Nascimento, 73, relembrou as festas que já frequentou no centro. “Estou muito alegre hoje com a volta do Centro de Convivência. Com certeza virei às festas, como eu sempre vinha. Eu sempre dancei, brinquei e participei de todo tipo de diversão”

Já a dona Maria de Lourdes Morais e Silva, 77, considera que a reabertura do Centro é a ocasião certa para rever os amigos. “Eu dancei muitas festas aqui neste clube. Essa reabertura é muito boa porque nos permite rever os amigos que há tempos não os vemos.”

A educadora física Zildete Barbosa vai atuar com os idosos ao longo da continuidade do Centro. Segundo ela, inicialmente será feita uma ficha cadastral com dados para o levantamento de quantos idosos fazem parte do centro, assim como, as condições de saúde de cada um.

“Vamos desenvolver atividades com base nas condições e limitações de cada idoso. Precisamos saber quais são as atividades que eles estão aptos a fazer. Será preenchida uma ficha para o conhecimento de cada um e das suas condições de saúde. Gosto muito de me envolver com o meu público”, afirmou.

O Núcleo de Assistência à Saúde da Família (Nasf) firmou parceria com a Assistência Social para também contemplar os idosos.

Dentre as atividades, segundo a fonoaudióloga Tairine Sibele, estão palestras educativas. “Esse é um trabalho construtivo e evolutivo para o idoso. Aqui é um atrativo, um bem-estar para ele. Nós pedimos à secretária Ana Tércia um dia reservado no mês para o Nasf realizar atividades educacionais e dinâmicas, danças.”

Dentre as datas comemorativas para encontros e atividades alusivas está o dia do idoso, celebrado no dia 1º de outubro. Nas atividades, segundo ela, “vão participar psicólogo, nutricionista, assistente social e um médico do PSF.”

A secretária Ana Tércia, em entrevista, faz uma avaliação positiva sobre a reabertura do Centro, o que ela considerou como uma prioridade aos idosos. “Esse Clube deveria ser visto como uma prioridade aos idosos. Eles estavam pedindo a reabertura porque gostam de vir para cá.”

Ela falou ao Somos Notícia em projetos culturais contemplando a terceira idade. “Nós temos muitos projetos para a terceira idade. Vamos fazer o ‘Bloco da Terceira Idade’ para o Zé Pereira como prévia carnavalesca. Amarante vai voltar a ser visível culturalmente, e nós vamos incluir os idosos em todos os eventos culturais que realizarmos. Além disso, vamos realizar com eles passeios alternativos e vários projetos, dentre eles, a hidroginástica.”

Além dos servidores da Assistência Social, participou do evento a secretária municipal de Administração, Raimunda Pachêco.

Terceira idade em reabertura do Centro de Convivência dos Idosos, em Amarante (Fotos: Denison Duarte)