10:58 pm - sexta-feira novembro 17, 2017

Morre o sanfoneiro de Amarante, Zé Neguinho, depois de quase dois meses internado em Floriano

Edição e postagem: Denison Duarte, em 27-08-2017 11:21 | Última modificação: 27-08-2017 17:46
Hospital de Olhos

Morreu no início da manhã deste domingo, 27, em Floriano, Roberval Mendes Resende, conhecido carinhosamente em Amarante como Sanfoneiro Zé Neguinho. No dia 10 de setembro, ele faria 80 anos.

Diabético, o músico estava internado no hospital Tibério Nunes em Floriano há quase dois meses. Segundo informações, com a saúde muito debilitada.

De acordo a família, outros problemas comprometeram a saúde do sanfoneiro como pneumonia, chikungunya e também hipertensão.

Zé Neguinho, que desde a infância foi amante da sanfona, foi casado com Maria do Amparo da Rocha Resende, com quem teve 11 filhos.

Apesar de ter tentado se projetar na política como candidato a vereador por duas vezes em Amarante, o sanfoneiro concluiu que sua paixão estava na música. Segundo o escritor Bebeto Soares, o sanfoneiro tinha três músicas da sua autoria e tinha sido integrante do grupo musical ‘Conscientes do Forró’, de Amarante.

O corpo vai ser velado por amigos e parentes na comunidade Conceição, zona rural de Amarante. O sepultamento será realizado na comunidade Jatobá Ferrado, zona rural de Barão de Grajaú.

Sanfoneiro Zé Neguinho, em Amarante, ao lado das netas Telviane e Teciane