10:53 pm - sexta-feira novembro 17, 2017

“Quem vier, vai levar muita porrada!”, garante o amarantino Massaranduba sobre luta no Canadá

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-08-2015 19:49 | Última modificação: 16-08-2015 13:41
Hospital de Olhos

Canadense na mira – Francisco Trinaldo, o Massaranduba, 36 anos, lutador da categoria peso leve do UFC. Piauiense de Amarante, o lutador começou sua carreira profissional em 2006 e rapidamente começou a crescer, chegando a ser campeão dos pesos leves do Jungle Fight em 2011.

Mesmo com o título de uma grande organização como o Jungle Fight, Massaranduba só veio a alcançar o grande reconhecimento após participar doThe Ultimate Fighter Brasil 1, sendo um dos escolhidos pelo técnico Wanderlei Silva para buscar uma vaga no UFC.

Mesmo sendo eliminado do TUF Brasil 1 após perder na primeira luta dentro da casa, Massaranduba ganhou uma oportunidade e foi contratado pelo Ultimate. De lá pra cá, o atleta da Evolução Thai já fez 10 lutas, venceu sete e saiu derrotado em três oportunidades.

O próximo desafio de Massaranduba será no dia 23 de Agosto, quando enfrentará o canadense Chad Laprise no UFC Fight Night 74, em Saskatoon, no Canadá.
content_Francisco-Massaranduba-MMA-Alexandre-Loureiro_LANIMA20130109_0135_26
Como é que anada a sua preparação para o seu próximo UFC?

“Minha preparação é frequente. Desde que lutei em Brasília já estava fazendo de 3 a 4 treinos por dia, para estar pronto para qualquer oportunidade que aparecesse. A preparação está sendo ótima, estou treinando bem e pronto para mais essa guerra”.

Quem está comandando e quem são outros lutadores que estão ajudando no seu treinamento?

“Meu camp é todo comandado pelo André Dida. Tenho treinado com ele, com Serginho Moraes, Fernandinho, Guima e com meu irmão Francivaldo Nego”.

Antes de entrar no UFC, você era um cara que tinha apenas uma derrota lutando aqui no MMA nacional. Após entrar para o UFC, essa é apenas a primeira vez que você consegue uma boa sequência com três vitórias. O que tem acontecido? Por que você acha que não tem conseguido engrenar uma boa sequência de vitórias?

“O nível de preparação dos atletas do UFC é muito alto. Infelizmente no Brasil não temos apoios, nem patrocínios que nos ajudem, por esse motivo muitos atletas brasileiros saem do Brasil para buscar melhores formas de preparação”.

Em agosto você vai completar 37 anos. Como você se sente fisicamente? Você já pensa em parar? Você se vê lutando até por volta de qual idade?

“Me sinto bem, estou treinando bem, só vou parar de lutar quando eu perder a vontade de treinar, algo que vai demorar muito”.

Todo lutador quer enfrentar o campeão da sua categoria e tomar o cinturão dele. Entre os lutadores da sua categoria no UFC, hoje, com qual você gostaria de ter uma oportunidade de lutar, independente deste ser dono de cinturão ou não? E por qual motivo você gostaria de enfrentá-lo?

“Não tenho preferência por nenhum adversário, sempre me preparo para enfrentar quem o Ultimate colocar na minha frente. Não escolho adversário, só sei que quem vier vai levar muita porrada”.

Fonte: Fumanchu Esportes