1:42 am - quarta-feira novembro 22, 2017

Peça do Museu do Divino é roubada em Amarante; é a quarta ocorrência desde a fundação em 2008

Edição e postagem: Denison Duarte, em 27-06-2017 11:38 | Última modificação: 27-06-2017 11:50
Hospital de Olhos

Um vaso, que faz parte do conjunto de peças históricas do Museu do Divino – em Amarante, foi roubado na manhã desta segunda-feira (26). O objeto foi o quarto subtraído desde a sua fundação, é o que diz a administração da Casa.

A informação do roubo e a foto do objeto estão circulando nas redes sociais após uma postagem do administrador do Museu, José Raimundo, no Facebook.

Como legenda da foto está o seguinte texto: “Essa peça foi roubada hoje do Museu do Divino em Amarante. Piauí”(Sic).

A publicação tem gerado comentários nas redes sociais: Elvina Soares Barbosa diz: “Tem gente Que não tem noção das coisas😠”; Costa Dan, diz: “Eh muito abuso ……..😡”

De acordo com informações obtidas pelo SOMOS NOTÍCIA, este foi o 4º roubo ao museu, e, segundo o informante da Casa – Melquíades Barroso, “se (os roubos) continuarem, o Museu do Divino pode fechar”.

A situação está sendo vista com preocupação pelo casal administrador do Museu, José Raimundo e Teresinha Leal de Carvalho. “A peça foi roubada num ‘piscar de olhos’. Foi apenas um instante em que fui pegar uma chave, e quando voltei a peça já não estava mais”, disse Teresinha Leal. O casal assegura que o primeiro roubo aconteceu em 2008 quando foi fundado o Museu.

O Museu tem outro objeto semelhante ao que foi roubado na manhã desta segunda-feira. Os dois ficavam expostos na entrada da Casa em duas colunas de gesso, uma em cada lado da segunda porta de entrada.

Outra dificuldade apontada por Melquíades Barroso é a falta de estrutura, o que facilita o sumiço das peças. “Pessoas de mau caráter roubam as peças pela facilidade que encontram. Não temos estrutura, nem alguém que possa ficar de prontidão na entrada do Museu”, reforçou.

Dos objetos já subtraídos, os administradores do Museu apontam um Divino, a Coroa do Divino, Um terço em moldura e, por último, o vaso. O terço em moldura é uma obra de arte produzida pela artista plástica de Amarante, Nega Ana. O vaso roubado nesta segunda-feira é uma arte produzida pela professora do Instituto Camilo Filho, Cecília Mendes.

“Eu quero acreditar que quem rouba essas peças as leva por devoção e não por maldade”, considera a administradora, Teresinha Carvalho.

O Museu do Divino foi idealizado por Marcelino Barroso e inaugurado em Amarante há 9 anos. Ao todo, mais de cinco mil peças de valor histórico-cultural compõem o acervo.

O local é frequentado por turistas de todo o Piauí e de outras partes do Brasil. Durante o período das férias, em julho, o número de visitantes aumenta consideravelmente.

“Eu ainda me gabo em poder dizer que moramos em uma cidade pacata e que podemos circular à noite com segurança pela cidade. Essas peças são exclusivas e quem adquiri-las vai estar conivente e pode responder por receptação”, encerra Teresinha Carvalho.

Peça do Museu do Divino em Amarante | Foto: Museu do Divino

peça do museu do divino amarante

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE