3:10 pm - segunda-feira novembro 20, 2017

Morre Kátia Nery de Lima, fiscal atropelada por menor durante o Enem em Amarante; confira

Edição e postagem: Denison Duarte, em 18-12-2013 20:20 | Última modificação: 19-12-2013 09:03
Morre Kátia Nery de Lima, fiscal atropelada por menor durante o Enem em Amarante; confira

Hospital de Olhos

A estudante Kátia Nery de Lima veio óbito na noite desta terça-feira, 17, em Teresina. O diagnóstico aponta para complicações ocasionadas pelo acidente de moto ocorrido em Amarante, onde realizava trabalhos de fiscal durante o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), dia 26 de outubro.

Testemunhas afirmaram em depoimentos prestados que o menor, que será identificado apenas por Y.K.M, foi o responsável único pelo acidente com a estudante. Após atropelar a estudante o motoqueiro evadiu-se do local numa atitude que causou indignação aos que assistiram toda a cena.

CLIQUE AQUI E CURTA A PÁGINA DO SOMOS NOTÍCIA NO FACEBOOK

Kátia morreu aos 33 anos. O seu corpo foi velado no município de Água Branca, onde moram os seus familiares.

Informações obtidas de professores e amigos da vítima pelo portal Somos Notícia apontam que Y.K.M não foi visto em Amarante. “Ele foi embora de Amarante quando soube que a moça morreu. Ele ficou com medo”, disse um amigo da vítima, que terá sua identidade preservada pelo portal.

O trânsito em Amarante tem sido alvo de muitas críticas em razão do desrespeito e da irresponsabilidade comprovados nos constantes acidentes ocorridos no município. Fator atribuído, segundo a população, à falta de punição aos infratores, que normalmente são menores; ao descaso do poder executivo municipal; à falta de preocupação do judiciário e também do Ministério Público.

“Falta fiscalização no trânsito de Amarante. aqui, menor anda de carro e de moto, bebendo e na maior velocidade e ninguém faz nada. Fatos com o de Katia Nery deve servir de exemplo para que a sociedade e as autoridades amarantinas mudem esta realidade que já tem feito muitas vítimas”, afirmou o professor André Vieira, do Polivalente de Ensino Médio.

São ruas estreitas, com um número de veículos que cresce exponencialmente sem nenhum controle.