2:59 pm - segunda-feira novembro 20, 2017

Após obra da Agespisa, moradores em Amarante reclamam de lama: ‘Não refizeram o calçamento’

Edição e postagem: Denison Duarte, em 08-03-2016 10:29 | Última modificação: 08-03-2016 15:07
Hospital de Olhos

O conserto de uma tubulação estourada no dia 24 de fevereiro, na rua 2 de novembro em Amarante, deixou uma grande preocupação aos moradores: as pedras do calçamento foram removidas para o reparo, mas não foram recolocadas.

Informação dos moradores da rua apontam que o serviço foi feito, mas ficou incompleto. “Eles removeram as pedras para ajeitarem o defeito, mas não colocaram de volta. Tem muita lama no local e os carros e motos não conseguiam passar”, disse a moradora Sildiana Monteiro.

As pedras deixadas soltas no local do conserto, foram removidas pelos moradores para o tráfego de veículos e pedestres acontecer normalmente, mas a moradora diz que a lama continua.

A reclamação dos moradores

“Eu perguntei a eles se não iriam colocar as pedras e o cimento de volta. Eles disseram que o dever de ajeitar o calçamento era da prefeitura”, reforça.

Em contato com o diretor da Agespisa, José Ribamar, o Somos Notícia foi informado que a autorização para o conserto seria dada ainda nesta terça-feira (8).

“Eu vou autorizar ‘os meninos’ irem lá para terminar de ajeitar o calçamento ainda hoje”, afirmou o diretor reconhecendo a necessidade de correção do problema.

Na data dos serviços da Agespisa na rua 2 de novembro, toda a zona urbana de Amarante ficou sem água. O cano que foi rompido era de 150mm, de acordo com a Agespisa. VEJA A MATÉRIA AQUI

Edição e postagem: Denison duarte
agespisa amaranteIMG-20160304-WA0001-001

agespisa amaranteIMG-20160304-WA0003-002

agespisa amaranteIMG-20160304-WA0004-003