8:49 am - quarta-feira novembro 22, 2017

STR de Amarante contempla trabalhadores rurais com doação de Kits de Irrigação em assembleia

Edição e postagem: Denison Duarte, em 30-07-2017 11:37 | Última modificação: 31-07-2017 08:25
Hospital de Olhos

ENTREGA DE KITS – O Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Amarante reuniu na manhã dessa sexta-feira (28) mais de 500 agricultores em uma assembleia geral ordinária.

Diferentemente dos eventos anteriores, o encontro aconteceu no auditório Edinalva Santos. A razão, segundo a entidade, foi o aumento considerável do número de participantes.

Após leitura do regulamento da entrega pelo secretário Leomar Duarte, foi realizado o sorteio de 9 kits de irrigação, conforme despacho nº 78110.2016, a trabalhadores rurais sócios e não sócios da entidade.

A multa e o acordo com o Ministério Público

O sorteio está relacionado ao cumprimento de um acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho que sentenciou a entidade ao pagamento de R$ 150 mil por irregularidades da gestão anterior, que era composta dos diretores Ângela Maria (presidente), Ronalva Feitosa (ex-presidente), Zé Pereira (ex-tesoureiro) e Deusilene Teles (2ª tesoureira).

Por parte dos ex-diretores, a Procuradoria Geral, representada pelo promotor Ednaldo Rodrigo Brito da Silva, considerou claras as “fartas e graciosas” quitações de mensalidades a membros do STR em um evidente descumprimento do Termo de Ajuste de Conduta, firmado em 09 de janeiro de 2015 entre os envolvidos e a Procuradoria Geral.

Dentre os casos que o Ministério considerou gritantes estão as quitações fictícias de vários trabalhadores, a exemplo de Joana D’arc dos Santos e Heleno de Paulo Brito.

Segundo o assessor jurídico, Gabriel Pierot, com a medida, o valor integral da multa será destinado a contemplar o próprio trabalhador rural de Amarante.

“A avaliação é extremamente positiva, uma vez que o STR havia sido multado em R$ 150 mil em virtude de várias irregularidades da diretoria anterior. Com muito diálogo e esforço da diretoria atual e a assessoria jurídica, nós conseguimos fazer um acordo com o Ministério Público do Trabalho de converter essa multa de R$ 150 mil em uma compensação em cerca de R$ 85 mil comprando kits de irrigação onde o beneficiário é o próprio trabalhador”, disse o assessor jurídico.

A entrega de kits e o projeto Piloto

Ao todo, serão entregues sob forma de sorteio 30 kits, sendo nesse primeiro momento entregues 10 aos agricultores. Um dos kits foi destinado a um projeto piloto na comunidade Lagoa, onde a entidade possui um lote de terra e o disponibilizou para produção de hortaliças para aos moradores.

“Depois desse sorteio, o STR vai fazer o devido acompanhamento. Nós vamos entregar o kit de irrigação devidamente montado, mas vamos monitorar a sua forma de uso para sabermos se realmente vai ajudar aos contemplados, até porque o que queremos é elevar as condições de vida do nosso trabalhador rural. Com essa medida, nós sentimos que estamos na credibilidade do nosso trabalhador”, disse a presidente do STR Luíza Neta.

Transparência foi o termo usado pela presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Piauí (Fetag), Elisângela Moura. Ela parabenizou aos diretores pela ideia de contemplar aos agricultores com a doação dos kits.

“Queremos parabenizar à direção pelo trabalho que vem sendo nessa entidade, trabalho esse com muita transparência e compromisso. Nós da Fetag somos cientes das dificuldades que esta entidade teve, mas acreditamos que cada trabalhador que apostou nessa gestão, apostou porque viu compromisso nessa direção. Para nós isso é muito gratificante”, afirmou a presidente da Fetag, Elisângela Moura.

Além da presidente Elisângela Moura, representaram a federação Evandro Luz e Libório de Moura. Do evento participaram também o vice-prefeito Mateus Vilarinho, o vereador Rogério Macêdo e o diretor financeiro da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Cícero Damásio.

Entrega de Kits a agricultores de Amarante | Fotos: Denison Duarte

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE