7:25 pm - terça-feira novembro 21, 2017

Em Amarante, funcionária pública morre depois de trinta dias do falecimento do esposo; confira

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-03-2014 23:53 | Última modificação: 17-03-2014 00:04
Hospital de Olhos

Os familiares da amarantina Edinalva dos Santos e Silva Mendes, 43, tiveram a confirmação do laudo médico do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) que apontou que a morte da funcionária pública se deu por complicações nos pulmões e nos rins. A informação  foi repassada ao portal Somos Notícia pelo hospital de Amarante.

Além de uma catapora contraída recentemente, os problemas de saúde foram agravados em razão do estado de tristeza e depressão da paciente, iniciado após a morte do seu esposo, João Milson, ocorrida há 35 dias.

A paciente fumava e, segundo informações, passou a fumar muito mais depois da morte do esposo, o que fez piorar o seu estado de saúde, segundo o médico Dr. Agenor Lira. O falecimento de Edinalva ocorreu neste sábado, 15, em Teresina, às 03h.

O casal deixou dois filhos, Milson Rubens e Edilaura dos Santos, ambos com 23 e 21 anos, respectivamente.

Edinalva era natural de Amarante, da comunidade Periperi, filha de João Prudêncio e Maria José. O seu sepultamento aconteceu neste sábado em Amarante.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE