5:36 pm - terça-feira novembro 21, 2017

Cisternas do programa ‘Água Para Todos’ em rio mostram descaso do Poder Público em Amarante

Edição e postagem: Denison Duarte, em 18-04-2016 11:23 | Última modificação: 19-04-2016 08:35
Hospital de Olhos

Cisternas no rio Mulato – Algumas cisternas do programa ‘Água Para Todos’, que foram adquiridas em julho de 2014 para beneficiar 200 famílias da zona rural de Amarante foram encontradas jogadas no rio Mulato.

A condição de total abandono dos reservatórios e de descaso do Poder Público municipal em relação ao programa chegou ao Somos Notícia nesta segunda-feira (18) sob forma de denúncia.

O objetivo do programa seria contemplar moradores do município com a reserva de água das chuvas para o abastecimento das famílias no período de estiagem agressiva.

Segundo o presidente do Conselho Gestor Municipal (CGM), Luís Viana, no início de 2016 houve sumiço de cisternas e o caso foi parar na Delegacia.

Ele disse ao Somos Notícia que um membro da Codevasf registrou um Boletim de Ocorrência por causa do desaparecimento das cisternas.

“Um representante da Codevasf verificou quantas foram enviadas a Amarante, quantas foram instaladas e quantas haviam no pátio. Foi aí que ele viu que havia desaparecido parte delas e não souberam explicar. Ele registrou um B.O. contra a prefeitura na delegacia”, afirmou.

O local onde ficam as cisternas, segundo o presidente, não tem um vigia sequer. “O local não tem um segurança para vigiar as cisternas. O município tinha que ter assumido o compromisso, mas não colocou ninguém”, completa.

Em relação as que foram encontradas dentro do rio Mulato, o presidente não soube dizer o que ocorreu. “Eu acho que quem levou para o riacho não foi menino porque elas são muito pesadas”, encerra, acreditando na possibilidade de vândalos terem praticado a ação.

Edição e postagem: Denison Duarte

Cisternas no rio Mulato

descaso cisterna1 descaso cisterna2