5:41 pm - sábado novembro 18, 2017

‘Diego e Mateus serão diplomados, empossados e vão administrar Amarante 4 anos’, diz advogado

Edição e postagem: Denison Duarte, em 12-12-2016 14:52 | Última modificação: 26-12-2016 11:16
Hospital de Olhos

“O Diego Teixeira e o Mateus Vilarinhho vão ser diplomados no dia 16 de dezembro e vão tomar posse no dia 1º de janeiro e vão administrar Amarante por todo o mandato, até porque não existe nenhuma ação com subsistência que venha impedí-los.”, afirmou ao Somos Notícia o advogado Shaymmon Emanoel Moura, da coligação ‘A vitória que vem da força do povo’.

Ainda durante a entrevista, realizada na última quarta-feira (7), ele afirmou que “as duas solenidades de diplomação e posse vão acontecer normalmente, dentro do que determina a lei. Os elementos da ação são frágeis de argumentos. A fraude é inexistente, pois não está comprovada nos autos do processo. E também não há nenhum documento que comprove isso”.

O prefeito eleito, Diego Teixeira, na sessão ordinária na Câmara de Vereadores, realizada no último sábado (10), falou em tranquilidade diante das acusações de fraude atribuídas a ele pela coligação ‘União e trabalho’, do candidato derrotado, Clemilton Queiroz.

“Vamos governar os 4 anos. Eu trago a tranquilidade de quem não fez nada de errado e de quem trabalhou muito, e honestamente para ganhar a eleição”, disse Diego Teixeira.

Por outro lado, o prefeito eleito considera que para cada ação uma reação. Ele fala em defesa com argumentação.

“Até entendo que quem se sentiu prejudicado busque seu direito na Justiça, mas temos nosso direito de defesa. Cria-se uma cortina de fumaça com afirmações falsas dizendo que não haverá diplomação e nem posse”, completa.

A tranquilidade externada por Diego Teixeira, segundo ele, vem da convicção de uma campanha feita com transparência. “A tese colocada por eles não é aceita pela Justiça. Nós ganhamos a eleição com o povo, até porque não fraudamos nada.”

Ainda na tribuna do Legislativo Municipal, Diego Teixeira reforça uma das suas propostas de campanha: administrar com valorização aos servidores e à população. “Nós vamos administrar fazendo uma gestão equilibrada sem atraso de pagamento e com as contas do nosso município em dia, trazendo ações que gerem emprego e renda.”

“Vamos fazer uma administração equilibrada do ponto de vista político recebendo a todos com clareza e tranquilidade, principalmente escutando os anseios da nossa população”, concluiu o futuro gestor ao considerar que um dos maiores problemas de Amarante é falta de emprego e renda.

“Administrar Amarante fazendo uma gestão equilibrada”, disse o prefeito eleito
Posse de Diego Teixeira